Administação Pública

Câmara de Sorriso lamenta morte da deputada federal Amália Barros

O Poder Legislativo de Sorriso, lamenta o falecimento da deputada federal mato-grossense Amália Barros, 39 anos, ocorrido na noite deste sábado (11).

Amália faleceu em decorrência de complicações após ser submetida a cirurgia para remover nódulo no pâncreas. Ela estava internada em um hospital em São Paulo desde o dia 1º e passou por mais três cirurgias após a remoção no nódulo.

Filiada ao Partido Liberal (PL), Amália exercia primeiro mandato de deputada federal, eleita por Mato Grosso com mais de 70 mil votos. Era presidente do PL Mulher em Mato Grosso e vice-presidente nacional da sigla.

Formada em jornalismo, ela transformou em luta um drama pessoal. Aos 20 anos de idade, Amália perdeu a visão do olho esquerdo por conta de uma infecção, a toxoplasmose. Após passar por 15 cirurgias, ela teve, em 2016, que remover o olho e passar a usar uma prótese ocular.

Fundou o Instituto Amália Barros, rebatizado posteriormente como Instituto Nacional da Pessoa com Visão Monocular, que realizou diversas campanhas de arrecadação de recursos e doações de próteses oculares e lentes, beneficiando milhares de pessoas. Além disso, ela se dedicou à aprovação da Lei. 14.126/2021, que classificou a visão monocular como deficiência sensorial e deu às pessoas com visão monocular os mesmos direitos e benefícios previstos para pessoas com deficiência. 

A Câmara de Sorriso reconhece o belo trabalho realizado por Amália Barros enquanto parlamentar na defesa das pessoas com deficiência e, mais uma vez, lamenta a perda precoce da deputada e se solidariza aos familiares e amigos neste momento de grande tristeza.

Tags

Texto: Fabiola Ost com informações da assessoria da deputada

Fotos: Internet