Agronegócios

Colheita de milho é iniciada em Mato Grosso com ritmo acelerado

A colheita do milho segunda safra começou em Mato Grosso, principal produtor do cereal do país. Até sexta-feira (17), cerca de 34,7 mil hectares (0,50%) dos 6,944 milhões destinados à cultura haviam recebido as máquinas. Apesar de iniciar dentro do esperado, os trabalhos iniciam com perspectiva de queda na produção e atraso na comercialização.

colheita do milho em Mato Grosso iniciou há duas semanas no estado e se encontra, revela o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), acima dos 0,16% observados na temporada passada e da média histórica dos últimos cinco anos de 0,28%.

Em Nova Mutum, região médio-norte do estado, as máquinas avançam pela propriedade do produtor Júnior Mantovan. Segundo ele, os trabalhados por lá iniciaram no período previsto. Nesta safra foram plantados 1,3 mil hectares de milho e a expectativa é uma produtividade de 150 sacas por hectare.

O produtor relata ao Canal Rural Mato Grosso que o ano foi “bem desafiador, um ano de seca muito violenta na soja”. Ele comenta ainda que o milho vinha “até desenvolvendo bem”, contudo enfrentou alguns períodos de escassez de água.

“Teve microrregiões que ficaram até 26 dias sem chuva. Aqui ficamos 12 dias sem chuvas. Depois graças à Deus voltou a chover”.

Além das adversidades climáticas, outro desafio do produtor Junior Mantovan foram as pragas, como cigarrinha do milho e percevejo barriga verde, além de um ano de alto custo e preços baixos.

 

REPORTAGEM COMPLETA NO CANAL RURAL MT